BREAKING NEWS:   ' Festa do amor 2015, de 26 de Julho a 4 de Outubro. Nu vive ku amor!    

quarta-feira, 27 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 01:17

Tudo discutido mas nada resolvido? Se esta é a sensação com que fica após as reuniões na sua organização talvez valha a pena reflectir sobre a forma como estão a ser conduzidas.

No dica anterior apresentamos alguns passos para preparar reuniões produtivas mas isso por si só não chega, é preciso passar à acção. Sendo assim, ficam aqui sete dicas para conduzir reuniões com a eficiência e a eficácia desejadas:

 

1. Comece à hora

Mesmo que não estejam todos na sala, comece a reunião à hora marcada para cumprir a agenda previamente definida e para não fazer esperar quem chegou a tempo. Talvez na próxima, os mais atrasados cheguem a horas.

 

2. Faça uma boa abertura

Comece por dar as boas-vindas aos participantes de forma amigável, apresente os objectivos e a agenda da reunião, limite a sua duração, preveja pausas, se necessário, e determine os papéis dos participantes.

 

3. Promova a participação

Naturalmente, o volume de participação do orientador e dos participantes varia muito de acordo com o tipo de reunião. Numa reunião de informação o orientador terá um papel mais activo enquanto numa reunião de expressão serão os participantes a ter esse papel. Independentemente disso, estimule sempre o diálogo aberto e transparente, escute os participantes e valorize as suas intervenções, dessa forma sentir-se-ão mais à vontade e confiantes para dar o seu contributo. Incite, ainda, os participantes mais calados a pronunciarem-se. A ideia é conferir dinâmica à reunião, sobretudo se tiver que ser realizada numa hora crítica, como a hora a seguir ao almoço.

 

4. Registe a reunião

Reformule, estruture e anote a principais ideias discutidas na reunião, bem como as acções acordadas, podendo usar para o efeito um documento em formato de acta ou outro que considere mais adequado. O documento final que daqui resultar deverá ser difundido por todos os interessados após a reunião.

 

5. Controle o tempo

Cumpra o tempo definido para cada assunto da agenda, mantendo o foco de todos os participantes. Evite a todo custo discussões que não levam a lado algum e proponha a conversa trivial para os momentos de pausa ou para o final do expediente.

 

6. Conclua com êxito

Finalize a reunião louvando as contribuições de todos, ressalte os aspectos positivos que tenham sido alcançados, faça um resumo final com as principais conclusões, destaque as acções acordadas e deixe claro quem as irá desenvolver. Por fim, agradeça a presença na reunião, deseje bom trabalho a todos e mostre-se disponível para o que for necessário.

 

7. Faça o balanço

Para melhorar a sua técnica, após a reunião ausculte os participantes no sentido de conhecer a sua opinião sobre a mesma e o seu processo de condução. Não tenha receio de ser alvo de avaliação, essa é a melhor forma de caminhar em direcção à excelência.

terça-feira, 26 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 15:10

Desde o dia 14 de fevereiro que estamos a experimentar uma nova familia - os formandos do curso webjornalismo ou mais directo: técnicas de escrita. Depois da tímidez inicial a turma veio gradualmente a se soltar, muito por culpa doe formador / facilitador / provocador Pedro Moreira. Agora "ninguem pa tadja". Por vezes a agua quer mesmo ferver. E quase sempre sempre ferve quando entra temas baseado no gênero!

O trio de ataque no feminino composto por Maria, Stefa e Leila, não dão folgas a defesa, que mais parece ataque encabeçado por Vandós, duplas de Ima! Waldira e Helder são apoios certos que não dormem também...este artigo é incompleto de propósito pois as alas vão dar que falar esta tarde. Fomos?

Texto: Dino & Nelson  

segunda-feira, 25 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 11:03
Ami n sta la i bo?

sábado, 23 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 10:08

Fique atento aos vários eventos que terão lugar esta neste final de semana em Safende di Nos

  • Sabado Escola da Paz
  • Sabado 18h na Placa - Dupla de Cine amizade e Nos situason com Março mês da mulher como panu de Fundo
  • Domingo 14- Safende no Ar com Da e Cláudia, tema, benefícios de actividades física
  • Domingo 15h – Assembleia de ASDS na Escola EBI
  • Torneio em Fundu Riba 
Safende, um comunidade, um bairro, um sonho!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 22:54

Amanhã, dia 22, está prevista a entrega de 100 volumes, aquilo que marca o inicio da instalação da Casa de Cultura de Safende. Para os promotores, em representação da comunidade de Safende, pode ser mais um passo para promoção da leitura e mais e melhor acesso a conhecimentos.

Espera para breve a entrega do kit do Mini Estúdio, jovens que normalmente fazem hip hop consideram que pode ser um instrumento importante para dar mais acesso e melhores condições para desenvolvimento das suas capacidades de intervenção através da musica.

De referir que o projecto foi financiado pelo Ministério da Administração Interna através do Ministério da cultura e visa dotar o bairro de um Mini Studio.

Publicado por SAFENDEONLINE | 22:43


A Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania (CNDHC) organizou Fórum de reflexão sobre a Paternidade em Cabo Verde, no dia 19 de Março de 2013, no Salão de Banquetes da Assembleia Nacional. O Fórum marcou o início da campanha “Por uma Paternidade Responsável”, promovida pela CNDHC com o objectivo de sensibilizar a sociedade cabo-verdiana sobre o papel e a importância do pai no desenvolvimento das crianças, estruturação das famílias e própria organização, coesão e estabilidade social no nosso país. 

Publicado por SAFENDEONLINE | 22:43

segunda-feira, 18 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 11:02
Este final de semana, ao lado de varias acções que aconteceram em Safende, como torneio de futebol,  ou Cineamizade, registou-se também cenas lamen:taveis: Individuos assaltaram uma senhora que depois veio a confirmar-se ser agente da PN; briga entre membros de duas familias tendo sido feito 4 disparos, para além de pedradas.
Varias pessoas foram conduzidas à esquadra.

Dois jovens procuraram-nos para desabafar "rapaz inda ka tcheca ma noia dja sta bom? keli dja dja passa vergonha"..."de kes familia li dja sta bom, ses ka para kel kusa li es ta mata cumpanheru"

Uma senhora já de idade avançado nos disse "nu ten ki dexa claru ma nos zona ka ta dimiti gossi kes kusas li, ali ta sta meninos na rua, ka podi saidu pa da cu pedra ou tiru assi atoa "
Publicado por SAFENDEONLINE | 07:32


Nos termos legais e estatutários, convoca-se Assembleia Geral da Associação Solidária para o Desenvolvimento de Safende, ASDS, para reunir no dia 24 de Março de 2013, pelas 15h01mn, na Escola EBI de Safende, com a seguinte ordem do dia:

1.      Agenda do dia
2.      Leitura da acta anterior
3.      Relatório de actividades e contas da gerência 2012
4.      Plano de actividades para 2013
_  Diversos

     Recorde-se que esta decisão foi tomada na assembleia reunida no dia 03 de março e apela-se aos moradores para estarem presentes.


Agradecemos a presença pontual!
Bernardino Gonçalves
Mesa da Assembleia - geral

sábado, 16 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 08:57

Bernardino Fernandes Gonçalves (BFG)
Associação Solidária para Desenvolvimento de Safende (ASDS)
Bairro Safende – Cidade Praia – Santiago


CM – Como recebeu o convite para participar nas Actividades Paralelas Culturamóvel?
BFG – Nós, Associação Solidária para Desenvolvimento Safende (ASDS), temos tido a experiência, de estar com os outros em busca de ideias e recursos para adicionar aos que já temos no bairro. Então quando surgiu o oportunidade de podermos ser contemplados com as actividades paralelas do Culturamóvel, foi para nós uma oportunidade em que decidimos não desperdiçar.
Coicidiu com um momento interessante do bairro, a nivel do blog da ASDS, estavamos a dar os primeiros passos no blog e esta oportunidade de fazer a actividade paralela concretamente no dominio do blog foi em bom momento (tempo).
CM – O workshop contribuiu, de certa forma, para alguma melhoria dentro da associação?
BFG – Sim. Concretamente. Na questão do Blog. Foi um input muito importante que tivemos, em termos de tomar mais consciência e mais responsabilidade para o alcance e para importância de um blog comunitário, embora que o titulo da oficina – Jornal Online – fosse um “bocadinho arrojado”,mas para nos, foi muito importante, porque depois desta, o nosso blog mudou, mesmo em quantidade de audiência e na forma de fazer os conteúdos. Um conselho prático que me vem à memoria neste momento é que nos foi alertado pela importância de identificar as imagens, quem as fez, onde as fomos buscar, se foi retirada da internet, etc, e mencionar sempre o nome de quem faz o texto. Na altura estavamos a pensar em desistir do blog e ficar só com a pagina do facebook,  a formação serviu para nos encorrajar a usar o blog, e a fazer melhor uso das suas ferramentas. Reparamos que o blog tem mais ferramentas que o facebook, e são mais fáceis de utilizar, sito o exemplo, ao localizar uma mensagem no facebook, com três, quatro ou cinco meses passados torna-se mais complicado, no blog já se consegue encontrá-lo com mais facilidade. Além disso, o olhar jornalístico que a formadora Cristina nos trouxe foi  muito importante, e também em paralelo a questão da foto, foi importante porque alguns jovens que fizeram a formação passaram a fazer fotos, por vezes nos fornecem para postar no blog, outras vezes fazem-no para seu uso pessoal, melhorou-nos a nossa abordagem perante o nosso jornal, e a termo de curiosidade, durante a formação fizemos um trabalho prático, e uma das 10 mensagens mais lidas do nosso blog, foi feita na formação, re-lembro o titulo, “Os homens constrõem mais murros do que pontes”.
CM – Depois da formacão chegaram a fazer mais oficinas relacionados com o tema? 
BFG – Não. Logo apos a formação não chegamos a fazer, mas, de momento está-se a decorrer no nosso Centro uma formação em Web Jornalismo, dentro de um projecto financiado pelo fundo desenvolvimento social de França, o projecto contempla várias capaciatações e uma delas é, o Web Jornalismo (técnicas de escrita de intervenção, seria o mais desejado, o web jornalismo encontra-se num patamar distanciado). Queremos que os jovens perante uma simples observação, um simples“olhar” no bairro sejam capazes de propor uma reflexão. Por exemplo, se encontrar-mos uma criança na rua temos vários ângulos de análise sobre a qual podemos propor uma reflexão, podes perguntar, o porque que ela se encontra sozinha, porque é que não se encontra a estudar no momento, porque é que se encontra descalça, etc...
CM – Ao fim ao cabo o objectivo é consciencializar os jovens a verem sob um outro prisma e a questionarem a sua propria realidade!?  
BFG – A verem e a propor uma reflexão. Através da escrita podemos suscitar a reflexão.
CM – Já conheciam o projecto Culturamóvel, tivemos actividades com outras associações, fizemos formação nas escolas com alunos, fizemos formação dos professores e fizemos o festival de curtas Culturamóvel. Como faz uma avaliaçaõ breve do Culturamóvel e  das actividades paralelas?
BFG – Recentemente começei a ler EDUCOMUNICAÇÃO, que fala sobre, criação de sistema, e  ecossistema de comunicação, vejo que o Culturamóvel entra no conceito de abertura de possibilidades para as pessoas se comunicarem. Educar através de todos os meios de comunicação possivel, o César (Coordenador Culturamóvel) sempre repetia “ com um telemóvel podes fazer um video/filme”. Culturamóvel abriu a possibilidade das pessoas fazerem os seus próprios filmes. Recordo-me de um filme visto no Festival Culturamóvel, já não me lembro se foi vencedor ou não, mas, o filme fala sobre o Porto e sobre os pescadores da Praia, podemos escrever muitas noticias no jornal sobre o filme e pode não chamar atenção, mas, se olharmos para os dois (2) ou três (3)minutos do filme, sendo ele feito por jovens, tende a chamar-nos atenção e dá à pessoa que vê o filme a possibilidade de perceber, que ele pode ser mais de que um consumidor de informação e poder ser um produtor de informação.
Vendo (analizando) para nós do Bairro de Safende, com o Workshop, e com a melhoria do blog, mostrou-nos que, não podemos ficar à espera até que venha o jornal Asemana ou jornal a Nação para termos noticias do nosso proprio bairro, podemos ser nós mesmos os produtores da informação. Vejo o Culturamóvel nessa abordagem de entrar nos liceus e dizer para os alunos que eles podem ter o jornal da escola, que podem ter um cinema dentro da escola. Na minha opinião esta criação de possibilidades é o aspecto mais marcante do projecto, além de mostrar que não é necessário ter avultados meios para fazer uma noticia, basta uma fotografia um texto ou um video.
 CM – O culturamóvel é um projecto que aconselhavas para ser repetido não só nas escolas mas também (embora que o objetivo das actividades paralelas era chegar aos bairros) directamente com os bairros e associações comunitárias?
BFG – Absolutamente. São projectos que contribuem para o desenvolvimento comunitário através do empoderamento dos jovens. Utilizando tecnólogias informação e comunicação disponiveis, vejo que podemos levantar a auto-estima de uma comunidade com este tipo de iniciativas, vendo, familiares, amigos ou pessoas do meu próprio bairro nas curtas-metragens nas noticias nos videos, é um alento. Identifico-me mais com uma noticia sobre o meu bairro divulgada por uma pessoa do próprio bairo, para mim é mais extraordinário. Em muitos outros bairros, de certo que, uma proposta desta natureza pode contribuir para levantar a auto-estima, e uma pessoa com auto-estima levantada pode ver que é capaz de criar novas oportunidades para si e para os que o rodeia. Penso que é uma vertente de promoção de desenvolvimento. E mesmo pela questão da democratização da informação, enquanto podemos fazer videos nos bairros podemos também trazer videos que de outra forma as pessoas não teriam acesso a eles.
Publicado por SAFENDEONLINE | 08:44
Acompanha ku nos e da bu participason!

Publicado por SAFENDEONLINE | 08:40

quarta-feira, 13 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 13:04


Batucadeiras Fidjus de Espaço Aberto tem estado a promover a cultura e a música cabo-verdiana dentro da comunidade de Safende e por diversas  comunidades da Ilha de Santiago.

O grupo completou 4 ano de existência no mês de Março de 2013 e realizou uma atividade comemorativa no dia 10 de Março, Sábado com imposição de fitas e uma tarde cultural na placa de Safende.


Publicado por SAFENDEONLINE | 09:19
Samilo Moreira, Caboverdeano a viver e, Portugal, conhecido por suas opiniões fortes no grupo O púlpito foi buscar uma entrevista do Paulino Vieira em que o genio protesta contra a falsificação da musica Cabo Verdeana e no dizer de Samilo “até o RAP é premiado como Musica de Cabo-verde” referindo se ao premiado Batchart pelo CVMA 2013.

Quem logo gostou e comentou a opinião foi o “non grata” entre os Rappers, Kaka Barbosa e que trazendo a tona o burburin criado no ano passado ao ter apelidado de xuinga ou papel higiénico o género musical em apreço, lançou: “Essa falsificação que ele disse esta no conceito de musica xuinga que eu disse, descartável, para consumir e deitar fora. Não mudo uma virgula e nem retiro o meu conceito de música, obra, expressão da alma crioula. Os meus críticos não me impressionam com as suas "macaquices" gestuais e ritmicos..” É que ao fazer intervenção logo apos a nomeação o jovem teria dedicado o premio ao Senhor de barba branca e que usa boina, entendendo todos que se tratava de Kaka Barbosa.

Entendimento outro é defendido por Jose Ricardo Livramento que diz “Como povo nos apelidamos de Crioulos , de original temos pouco , somos influências misturadas. O rap não tem nada de mal pelo contrário deu voz a quem não tinha voz , hoje tal como outros géneros musicais teve a sua influência comercial e se calhar afastou-se das suas raízes , mas a isso se chama evolução. Gosto de toda a música Cabo Verdiana , sejam mornas , coladeiras , funana , rap, rock , hip hop etc . Dependendo da música claro. Posso gostar de um rap e não gostar de uma morna , e vice-versa. Muita gente precisa de abrir os seus horizontes e ser mais liberal , aceitar a diferença e respeitar os outros. Podem defender o que consideram música "original" de Cabo Verde , sem atacar os outros géneros musicais. A isso se chama tolerância , ao que parece falta a muita gente , independentemente da idade.

Um jovem Rapper que conversou connosco defendeu que "muitas pessoas ainda não percebem bem e confundem por isso acha que os MCs tem dever de apoiar intervenções que ajudem pessoas a conhecerem melhor esta cultura que sempre existiu e continuará a existir".

Lembra Beto Dias com a sua poesia “nuuuu, nu vive mas unido”…

terça-feira, 12 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 11:26

Voluntários Amigos de Espaço Aberto, é constituído por jovens e adolescentes da comunidade de Safende, sendo na maioria jovens do ensino secundário. sendo assim, o grupo zela pela inclusão social, de modo a ocupar também tempos livres dos seus membros, em contradição a qualquer tipo de descriminação social. 

O grupo comemorou 2º aniversario no dia 10 de Março. O grupo tem realizado ativamente diversas atividades sócio-culturais na comunidade de Safende e tem apoiado o centro Espaço Aberto na realização das suas atividades. 
Publicado por SAFENDEONLINE | 10:30
Decorre desde ontem dia 11 de março o fórum regional sobre o Alcoolismo na Juventude, no auditorio do liceu Manuel Lopes - Calabaceira- Praia, organizado pela Direccção geral da Juventude e que conta com centena de participantes.

A Ministra da Juventude no acto de abertura alertou que  o combate a esse mal deve ser travado tanto na 
perspectiva preventiva como também no tratamento. 

Mais aqui  RTC.


Publicado por SAFENDEONLINE | 10:18

Já alguma vez participou numa reunião que foi um verdadeiro desperdício de tempo, recursos e energia pessoal? Acredito que sim, mas há forma de alterar esse resultado.
Para realizar reuniões produtivas e eficazes comece por investir algum tempo na preparação das mesmas. Siga estes passos...

1. Defina o objetivo e resultado esperado
Pode convocar reuniões para informar, recolher feedback, gerar novas ideias, resolver problemas, tomar decisões, vender... enfim, para diversos fins. Deve procurar transformá-los em objetivos claros, específicos e mensuráveis, pois são eles que justificam a realização da reunião. A ideia é não sair da reunião de mãos a abanar. Afinal, quais são os resultados que espera obter no final da reunião?

2. Liste os assuntos através da técnica ABC
Se optar por tratar vários assuntos numa só reunião, estabeleça prioridades. Para isso, coloque no início da agenda os assuntos de categoria "A - deve tratar", a seguir os "B - devia tratar" e por fim os "C - podia tratar", assim não corre o risco de terminar a reunião com os assuntos mais importantes e urgentes por tratar.

3. Identifique os participantes
Convoque as pessoas certas, tendo em conta os objetivos e assuntos da reunião. No caso de serem vários os participantes, identifique um/a moderador/a, um/a secretário/a e os restantes participantes, podendo estes ser permanentes (presentes do início ao fim da reunião) ou temporários (chamados para um momento específico da reunião). Evite ter pessoas na reunião a pensar: "o que estou aqui a fazer?".

4. Defina o local, a data e o horário
O local deve ser adequado ao objetivo, formato e número de participantes da reunião e ter as condições logísticas necessárias ao bom funcionamento da mesma. A data deve ser seleccionada a partir da disponibilidade das pessoas que pretende convocar para a reunião, ausculte-as para evitar a sua ausência com inúmeras desculpas. Procure, ainda, definir a hora de início e de fim da reunião para que as pessoas estejam conscientes da sua duração. Dessa forma, poderão gerir melhor os restantes compromissos. Além disso, pode ser útil atribuir tempo a cada assunto a tratar para evitar dispersão.

5. Faça seguir a convocatória
Elabore e divulgue a convocatória da reunião com informação resultante dos passos apresentados anteriormente. Deve, ainda, acrescentar o nome da pessoa/departamento que convoca a reunião e pode indicar a documentação que os participantes devem levar (se aplicável).

6. Prepare a documentação, a sala e os equipamentos
Providencie um dossier com todos os documentos necessários para a reunião e faça cópias em quantidade suficiente. Coloque as mesas e cadeiras na disposição mais adequada e disponibilize água, papel e caneta. Prepare os materiais e equipamentos essenciais à reunião e procure testá-los com a devida antecedência.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 08:32
Aconteceu desde confraternização, intervenção, memória dos que partiram, oração comunitária...na santa paz de Deus.
Konta-nu modi buu final de semana foi na Safende di Nos!

sexta-feira, 8 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 09:18
Para hoje dia 08 de Março está marcado uma conversa / debate aberto sobre este tema: Mulheres!

quinta-feira, 7 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 23:01
Esta chegou hoje -07 de Março- fresquinha de um jovem do bairro a pensar já no dia 08 de março. "Manhan (8 de março) é dia dia mudjeris...munti shibus ta bem ku mensage pa mudjer e munti coro bonitu. Es me ki ta dadji na ses mudjer engadxadu ou ta fasi lei kontra mudjer, ta ranja munti meninas ta abusa pamodi ses dinheru. Só xuxadera!"
Publicado por SAFENDEONLINE | 13:00

Surgem discursos que a juventude precisa fazer mais, ter novas atitudes, novas propostas e mais acções, acelerar e queimar etapas. De acordo, muito bonito o discurso. Todavia, no momento que o jovem pretende fazer tudo isto, surgem as mesmas vozes dizendo que “ainda está cedo, ainda tem de esperar”, “não pode porque há mais velhos à espera, é preciso ganhar muita (mas muita) experiência”, “tenha calma que um dia talvez possa chegar lá”, "acabaste de chegar e já estás armado em importante", “tem de entrar no partido e esperar a sua vez”.

Enfim, contradições na mensagem mandada ao jovem que em criança foi dito para sonhar e agora é-lhe dito para congelar os sonhos, agora lhe é proibido falar do que quer ser.

Jovens, por aqui é proibido afirmar “eu quero ser”, é proibido querer alcançar o sucesso, é proibido proclamar para depois provar, é proibido querer afirmar e mobilizar apoios, é proibido se destacar, é proibido ser uma voz crítica.
Todavia, não é proibido trabalhar arduamente, melhorar as competências cada dia, entregar de corpo e alma, fazer bem feito e procurar a melhoria continua. Não é proibido construir os sonhos mesmo silenciosamente, que um dia será reconhecido.

Alfredo de Pina
Fonte

quarta-feira, 6 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 11:09

A eficácia pessoal e a grandeza (pessoal, de liderança e até organizacional) estão ao alcance de qualquer um de nós mas para se obter esse resultado precisamos de acreditar que é possível lá chegar e, sobretudo, fazer por isso. A obtenção ou não de resultados eficazes e verdadeiramente excecionais depende muito da forma como percecionamos o mundo, do tipo de pensamentos que desenvolvemos, das escolhas que fazemos, das atitudes e comportamentos que adotamos e que, a certa altura, se configuram como hábitos.

Portanto, se não estamos a alcançar os resultados que desejamos, tanto na vida pessoal como profissional, isso significa que temos de realizar mudanças em nós próprios, transformar os nossos pensamentos e alterar os nossos hábitos de vida.
Para Stephen R. Covey, reconhecido internacionalmente pela sua capacidade de liderança, existem oito hábitos fundamentais: "Os sete hábitos para as pessoas altamente eficazes" (um best-seller, publicado pela primeira vez em 1989) e "O oitavo hábito - da eficácia à grandeza" (livro lançado em 2004, em resposta aos novos desafios e à complexidade do mundo atual).

Se quer mesmo ser eficaz e seguir em direção à grandeza, talvez valha pena considerar os oito hábitos propostos pelo referido especialista:

1º Hábito: Ser proativo
Decidir o que fazer e ter capacidade de iniciativa para fazer acontecer, assumindo o comando da própria vida.

2ºHábito: Começar com o fim em mente
Ter uma visão clara das metas a alcançar em todas as dimensões da vida, caminhando diariamente na sua direção.

3ºHábito: Dar prioridade ao que é prioritário
Tomar consciência do que é realmente importante e organizar o tempo em função do que é prioritário.

4ºHábito: Pensar em ganha-ganha
Estar sempre disponível para encontrar soluções que beneficiem todas as partes em qualquer circunstância.

5ºHábito: Procurar primeiro compreender, depois ser compreendido
Procurar escutar os outros com empatia com a intenção de entender o seu ponto de vista antes de dizer tudo o que tem para dizer.

6ºHábito: Criar sinergias
Fomentar o trabalho em equipa e a cooperação criativa, valorizando diferentes contribuições e perspetivas.

7ºHábito 7: Afinar as ferramentas pessoais
Cuidar diariamente da dimensão física, mental, social/emocional e espiritual para conseguir uma vida plena e equilibrada.

8º Hábito: Encontrar a voz interior e inspirar os outros a encontrar a deles
Despertar o melhor de si mesmo e ajudar outras pessoas a seguir o mesmo caminho em busca da realização e do êxito.
Experimente, seja persistente e, ao fim de algum tempo, verifique os resultados. Certamente irá ficar surpreendido.

terça-feira, 5 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 08:37
Depois do acontecimento do dia domingo muitas perguntas se põem...talvez algumas ja te tenhas colocado ou partilhastes com alguém. Como anda a nossa consciência pessoal? Como está a nossa consciência comunitária? Temos esta (s) consciência (s)? Tu as tens?
Partilhe connosco...

segunda-feira, 4 de março de 2013

Publicado por SAFENDEONLINE | 09:52
Ontém por volta das 22h, Néné um jovem do bairro após ter conduzido à casa um sr embriagado, foi agredido supostamente por alguns jovens, tendo alguns cortes na cara e na cabeça e recebido tratamento no hospital. Loy Bangs, filho do mesmo senhor, Nito Rasta e Manu  estão entre os envolvidos.

A policia foi accionada tendo conduzido o Sr à esquadra e prestado depoimento. Ainda os jovens continuam "fugitivos".

O bairro pode estar ciente de que estaremos em cima dos acontecimentos e que não teremos receio em denunciar com nomes e tudo aqueles que vem colocando a segurança e a convivência harmoniosa no bairro.